6 Passos para Transformar a Empolgação Momentânea em Hábito: Agora!


Esse artigo foi escrito por Leo Babauta e publicado originalmente no blog Zen Habits

De vez em quando eu me torno o que os japoneses chamam de “monge de 3 dias“.

Isso é uma síndrome muito comum. Você fica obcecado por algo por um período curto e se joga de cabeça naquilo. Depois de alguns dias (ou algumas semanas), você pára com aquilo.

Quantas vezes você fez isso? Seja honesto. Todos nós fazemos isso, com exercício físico, na leitura, aprendendo algo novo (como um idioma) e com um novo hobby.

O monge de 3 dias alcança muito pouco, já que um esforço curto e intenso não é suficiente para causar alguma diferença. Como você pode ficar em forma se exercitando só por uma semana? Como você pode aprender um novo idioma, escrever um livro… se você só se empenha nisso poucos dias?

O segredo é deixar de ser o monge de 3 dias e passar a ser o devoto de minutos diários. Não literalmente um devoto e não literalmente 20 minutos. Você pode usar qualquer quantidade de tempo que funcionar pra você.

Porém, saia do lugar!

Se você sair do lugar todo dia ao invés apenas alguns dias, você criará uma mudança significativa na sua vida, na vida dos outros e no mundo.

Vamos ver como você pode fazer para sair mais do lugar.

Como ganhar um novo hábito
Mudar o mundo é uma maratona, não uma corrida de 100 m.

Não existe uma fórmula para isso, exceto fazer o que for necessário para sair do lugar. Você pode fazer muito pouquinho, você pode cometer erros e você pode fracassar. Porém, saia do lugar.

Seguem algumas coisas que funcionaram pra mim:

Não se force
Não estamos falando de uma mega disciplina ou de tortura para se forçar a fazer algo que você não goste de fazer. Estamos falando de algo que você quer fazer.

Ao invés de se forçar, mude a perspectiva para algo que você goste de fazer.

Uma corrida pode ser vista como algo que causa dor, ou como um tempo bacana que você pode esvaziar sua mente e aproveitar o ambiente. Aprender espanhol pode ser um saco, ou uma forma de aproveitar boa música, aprender sobre outra cultura, descobrir novos filmes, etc.

Acredite em mim: você não irá muito longe se forçando a fazer algo todo dia.

Aumente aos poucos
Se jogar de cabeça em algo pode funcionar um pouco, mas torna difícil de se manter todo dia.

Comece pequeno e todo dia, simplesmente saia do lugar. Aos poucos, aumente o que você faz, dessa forma cada passo pela frente parece mais fácil e divertido.

Progresso gera progresso
Uma vez que você começar, use a inércia para seguir em frente. De novo, é uma questão de perspectiva.

Cada dia, sair do lugar pode parecer como uma escalada com um peso nas costas ou como descer uma ladeira. Quando eu desco uma ladeira, é quase como se eu estivesse caindo sem esforço, exceto que meus pés me impedem de cair.

Lembre-se do que você quer
Provavelmente você está fazendo essa atividade porque quer. Quando você pára de fazer algo é porque esqueceu sua motivação. Começamos a ficar com medo e decidimos não pensar nisso.

Por outro lado, lembre-se do porquê você começou aquilo. Isso significa ler alguns artigos motivantes, ver vídeos bacanas, olhar fotos ou montar uma visão na sua mente. Ou então, salve esse artigo e o leia todo dia que estiver difícil manter seu hábito.

Ouça música
Quando eu não estou a fim de malhar, ouço uma música. Ontem era “Lose It” de Eminem. Isso na hora me deixou pilhado e na hora já fui pra malhação.

Talvez tenha sido um caso específico, mas com certeza isso me ajudou a sair do lugar.

Pare com as dúvidas
Todo mundo tem dúvidas, mas ou as superamos ou as deixamos nos impedir de sair do lugar.

Você duvida que consiga manter um hábito por muito tempo? Esqueça a dúvida e simplesmente faça algo.

Garanta que você vai fazer a atividade pelo menos mais uma vez. Quando você ver que consegue, anote isso em algum lugar e garanta que você vai fazer isso de novo. Nem se deixe imaginar que você não consegue.

Conclusão
Você pode ter sido um monge de 3 dias no passado, isso ficou pra trás. Hoje, você está renascendo e de hoje em diante, tudo que você vai fazer é sair do lugar. Concorda?

Compartilhar no Google Plus

About Diego Trambaioli

    Comentar no Google+
    Comentar no Facebook

0 commenti:

Posta un commento