Como Fazer o Dobro das Coisas na Metade do Tempo (Lei de Parkinson)


O sonho de muitas pessoas é conseguir fazer o dobro das coisas que diariamente faz e ainda mais ter tempo sobrando para se dedicar as próprias paixões.
Isto é realidade ou utopia? 

Para responder a essa pergunta podemos pedir ajuda a lei de Parkinson que afirma: "O trabalho expande-se de modo há preencher o tempo disponível para sua realização." (Cyril N. Parkinson)

Traduzindo em palavras mais simples podemos dizer que: ”mais tempo você terá, mais irá desperdiçar. ”
Provavelmente isto não vai soar muito estranho quando você pensar naquela vez que, embora ter recebido uma semana extra para entregar um relatório, utilizou todos os dias extra que foram concedidos sem conseguir completar o trabalho como realmente desejava ou quando sabe que pode reservar suas férias seis meses antes mas acaba fazendo tudo nos últimos quinze dias.
E queremos conversar sobre os presentes de Natal? Neste caso temos doze meses...

Então me perguntarão: “Se temos mais tempo e o desperdiçamos é verdade que, quando o tempo é escasso, conseguimos organizarmos melhor e produzirmos com mais eficácia? ” 
Pois a resposta é absolutamente positiva, também o mundo da eficácia e da produtividade segue as próprias normas.

O curto prazo nos obriga e motiva a focar nos objetivos que precisamos alcançar, a motivação nasce de forma espontânea devida a ameaça de não conseguir obter o que desejamos ou nos é pedida. Outra razão extremamente motivadora é representada pelas consequências negativas que o fracasso ao alcançar as metas pode trazer.

- Tempo = + Motivação
Se para você a procrastinação (veja como acabar com a procrastinação) tornou-se um hábito, já sabe que o curto/curtíssimo prazo as vezes é a única forma que você tem para entrar em ação.

De que forma podemos utilizar a lei de Parkinson para conseguir fazer mais utilizando menos tempo? 
Quando precisa executar uma tarefa pense racionalmente quanto tempo é necessário para acaba-la e reduza o mesmo pela metade.
Utilize no seu celular um timer bem visível com a conta do tempo regressiva: agora pode começar o desafio com você mesmo. 
Determinar um curto prazo levará você a exaltar seu desempenho, manter foco no objetivo, evitar distrações e, muitas vezes, obter resultados inesperados.

A única importante recomendação é, como sempre, evitar exageros: determinar prazos e condições impossíveis a serem alcançadas irá produzir somente resultados negativos e frustração.
Se para completar um relatório de 100 páginas irá estabelecer um tempo de 10 minutos o único resultado certo que obterá será não ter cumprido sua tarefa no prazo determinado.
Isto te levará a determinar outro limite temporal igualmente impossível que te levará numa espiral de fracassos com você mesmo e consequentemente com os outros gerando perda de tempo e motivação.

Portanto, como sempre, procuramos aplicar com responsabilidade e coerência as ferramentas valiosas que temos para melhorar nossa qualidade de vida.

E você como administra seu tempo?

®© Diego Trambaioli 

P.S. Se achar que esta postagem possa ser útil para seus amigos, utilize os botões aqui em baixo para a compartilhar nas redes sociais. O apreciaria muito, obrigado.
Compartilhar no Google Plus

About Diego Trambaioli

    Comentar no Google+
    Comentar no Facebook