Linguagem Corporal: Os Indicadores


Às vezes a pessoa com a qual se está conversando adota a postura de ter a cabeça olhando para nós mas o corpo e os pés apontando para a saída ou para outra pessoa. 
Isso está mostrando a direção que a pessoa queria tomar. 
Se observar isto, deve terminar a conversa como se tivesse tomado a decisão de finalizá-la ou procurar fazer algo que interesse ao outro.

Os ângulos e os triângulos
Posição fechada
Quando o diálogo requer certa intimidade, o ângulo formado pelos torsos de ambas as pessoas é menor de 90 graus.

As técnicas de inclusão e exclusão
Tanto a posição triangular aberta ou fechada são usadas para incluir ou excluir outra pessoa da conversa. 
Se a terceira pessoa não é aceita, as outras dois manterão a posição fechada e a única coisa que farão será girar a cabeça para a outra pessoa como reconhecendo sua presença e nada mais.
Essas duas pessoas indicam com sua postura possuir o mesmo status social e não estar conversando sobre nada pessoal, ... estão convidando (com o triângulo que formam) alguém de posição social similar à que participe do bate-papo.

Os indicadores nas pessoas sentadas
Cruzar as pernas e direcionar os joelhos para uma pessoa é sinal de aceitação e interesse. Se a outra pessoa está interessada, também cruzará as pernas com os joelhos na direção da primeira. 
Na figura seguinte, a única maneira em que o homem da direita poderia participar da conversa seria trazendo uma cadeira e colocando-a em frente aos outros dois para formar um triângulo. 
Ou fazer alguma outra ação que quebre a posição fechada.


A possibilidade de fingir
Uma pergunta que se escuta com frequência é: "É possível fingir na linguagem do corpo?"
A resposta geral é "não", porque a falta de congruência se manifestaria entre os gestos principais, os micros sinais do corpo e a linguagem falada. 
Por exemplo: as palmas à vista se associam à honestidade, mas quando o farsante abre as palmas para fora e sorri enquanto diz uma mentira, os micros gestos o delatam. 
Podem contrair as pupilas ou levantar uma sobrancelha, ou uma comissura pode tremer, e esses sinais contradizem o gesto de exibir as palmas das mãos e o sorriso "sincero". 
O resultado é que o ouvinte tende a não acreditar no que o farsante está dizendo.

A mente humana parece possuir um mecanismo infalível que registra a separação quando recebe uma série de mensagens não verbais incongruentes. Mas existem alguns casos em que se simula uma linguagem do corpo expressamente para ganhar certas vantagens.

Fonte: Desvendando os segredos da linguagem corporal

Compartilhar no Google Plus

About Diego Trambaioli

    Comentar no Google+
    Comentar no Facebook

0 commenti:

Posta un commento